terça-feira, outubro 28, 2008

"Pelo menos"

Em matérias sobre alguma catástrofe natural (ou não), os jornalistas dizem "Pelo menos 50 pessoas ficaram feridas". Como assim "pelo menos"? Será que eles queriam que mais pessoas tivessem se ferido. Sempre tenho a impressão que eles vão falar "Pelos menos 30 famílias ficaram desabrigadas, podia ser mais, que incompetência!".

Infelizmente, eu não sei se existe alguma regra que proíba o uso do "pelo menos" nesse sentido, mas que fica horrível fica. Sou invocada com o "pelo menos", parece um mal agouro. Pra mim é tão horrível quanto o "risco de vida". Se alguém souber se isso tá errado ou não me avisa, antes que o "pelo menos" me mate... de desgosto.

domingo, outubro 26, 2008

Loucos


Sábado cheguei a conclusão de que o mais legal não é ser louca, o mais legal é ter amigos loucos que te acompanham na tua loucura. Esses três aí são os parceiros que qualquer um sempre sonhou na vida. Num sábado que choveu sem parar o dia inteiro e a noite inteira o Eric, a Ale, a Tati e eu fomos (quase a nado) no famoso República de Madras. Depois de quase três meses na tentativa de conhecer o tal lugar, não seria uma chuvinha (?) que iria nos segurar em casa.
Lá fomos nós quatros, já quase um time imbatível. Muita diversão, muita gente bonita, um lugar lindo e a certeza de que valeu muito a pena enfrentar a chuva, a noite, o caminho desconhecido e todos os micos que pagamos.
Agora o mundo que nos espere!
p.s: trio, vocês são apenas o máximo! Balonê que nos aguarde.

quinta-feira, outubro 23, 2008

Com 15 anos de novo


Ai ai!!!!!

Eu que sempre fui como o Garfield, nunca gostei de segunda-feira, agora conto os dias pra poder ver o CQC e ele aí em cima. Danilo Gentili despertou a adolescente que vive (não tão) adormecida em mim. Ele não é fofo? E a Nega ainda tem coragem de dizer que ele é feio. Por favor, Nega!!!!! Olha bem!!! Um gatinho!!!!!!!!!! Se vocês ainda não assistem o programa, não percam. Acho que é o único programa de humor feito com inteligência na TV brasileira. Na Band, toda segunda por volta das 22h. Eu não perco!!

Ai ai!!!!!

terça-feira, outubro 21, 2008

Sol


Dia de sol. Horário de verão. Soninho depois do almoço. Conversa boa com amigas queridas. Ensaio perfeito com meu grupo de dança. Por do sol lindo na volta pra casa. Música boa no rádio. Às vezes não tem como não sorrir.

segunda-feira, outubro 20, 2008

Assim...


Se meus sentimentos me levassem pra algum lugar, seria esse.

quarta-feira, outubro 15, 2008

Dia dos Professores


Pois é... Dia do professor... O que eu fiz hoje? Dei aula. Ahã, arigó né? Mas não é dia de reclamar, pelo menos pra mim, é dia de dizer como eu sou apaixonada pelo meu trabalho.


Pra mim, a parte mais importante de ser professor não é ensinar a matéria, mas sim conviver com os alunos. Às vezes, mais importante do que transmitir nossos conhecimentos, é sentar e ouvir o que eles precisam falar. A Simo escreveu no blog dela que professores acumulam dezenas de profissões (psicólogo, nutricionista, etc), mas eu acho que, nos nossos dias, os professores estão acumulando uma profissão muito mais importante: a de pai e mãe.


Meus alunos me procuram pra contar começos e fins de namoro, problemas com pai e mãe, conquistas profissionais, brigas com os amigos, dificuldades no colégio, dificuldades de entender o mundo, dificuldades de entender a si próprio... E eu faço questão. Faço questão de sentar e ouvir, porque, na verdade, a conversa faz bem pra mim. É ótimo saber que sou confiável e que eles lembram de mim quando pensam em alguém confiável pra conversar. É ótimo saber que eles lembram de mim quando querem um ombro pra chorar. É ótimo saber que às vezes só de saber que eu tô ali pra escutar eles já melhoram.


E nessa convivência eu me espanto como nossos adolescentes andam apáticos, desanimados. Uma geração de surdos (por causa do volume enlouquecedor dos fones dos MP3, MP4, MP2057), presos ao seu mundinho musical, sem conversar, analisar ou refletir sobre a realidade que os cercam. Pessoas que ouvem e dizem "não vai mudar mesmo" a cada 5 segundos e já acreditam que isso é uma verdade. Não vejo paixão, não vejo intensidade, não vejo nem os rompantes da adolescência. E essa é a segunda coisa mais importante de ser professor: tentar fazer que essas coisas reapareçam nos olhos deles.


Daí eu não entendo como, no dia dos professores, alguém tem a cara de pau de colocar aquela manchete lá de cima num jornal. Como assim? E as meninas de 12 anos grávidas? E as meninas que são expulsas de casa porque contam que o pai ou o padrasto é cafajeste e a mãe prefere não perder o homem? E os meninos que tem que aturar o preconceito por serem muito gordos, muito magros, muito altos, muito baixos? E aqueles que estão viciados? E aqueles que não tem nenhum tipo de apoio familiar? Não têm ninguém que acredite neles? Acho que essas pesquisas deveriam ser feitas por professores. Nesse mundo globalizado, cheio de tecnologias e gorduras trans, só nós sabemos como está cada vez mais difícil ser adolescente. E nossa impressão é que, infelizmente, só nós estamos preocupados com eles.


Meu alunos! Amo vocês. Obrigada pela parceria incondicional de vocês. E por entenderem minhas loucuras e ainda acha-las divertidas.

segunda-feira, outubro 13, 2008

Sou uma coisa entre coisas


Sou uma coisa entre coisas
O espelho me reflete
Eu (meus
olhos)
reflito o espelho
Se me afasto um passo
o espelho me esquece
- reflete a parede
a janela aberta
Eu guardo o espelho
o espelho não me guarda
(eu guardo o espelho
a janela a parede
rosa
eu guardo a mim mesmo
refletido nele):
sou possivelmente
uma coisa onde o tempo
deu defeito
Ferreira Gullar

segunda-feira, outubro 13, 2008

Sobre calças (?)


Eu tenho uma calça jeans que eu amo muito. Ela tá guardada no meu roupeiro a pelo menos 4 anos. Guardei-a lá porque meu roupeiro veio com defeito e as roupas começaram a encolher guardadas dentro dele. Essa calça foi a primeira a encolher assim, do nada.
Não sei porque gosto tanto daquela calça. Normalzinha, com um botão laranja, ela já tá até rasgadinha num dos bolsos, mas, putz, sempre achei que ela ficava perfeita em mim. Durante esse tempo todo ela tá ali, esperando eu emagrecer, mas ela teima em não entrar mais. Não consigo entender o porquê se eu gosto tanto dela, me acho tão bem com ela, porque ela teima em não me servir mais.
Obrigo-a a ficar ali, me esperando. Não tenho coragem de dar a bendita da calça pra ninguém. A esperança de voltar a entrar é muito maior do que a consciência de que ela não é mais pra mim.
Eu acho que qualquer dia desses eu desisto. Daí pego a calça e dou pra alguém. Pelo menos com a calça eu sei o que fazer.

sábado, outubro 11, 2008

A Abelhinha Soletradora


Como prometido, aí está a minha foto pagando o mico no sábado chuvoso de manhã. Fiquei nervosa de tremer e tudo, mas a melhor parte é que, apesar de pagar o mico, eu ganhei o Speeling Bee. Na verdade, ficou numa disputa acirrada entre o aluno de espanhol e eu. No fim das contas, para podermos ir embora antes da meia noite, a partida foi encerrada e declarado o empate. Muito divertido!!!!

quinta-feira, outubro 09, 2008

A eterna opressão


Hoje eu tava especialmente animada. Talvez porque estou conseguindo dormir durante a noite, porque hoje depois do almoço tive um tempinho pra uma soneca, porque meu grupo de dança tem dinheiro pra fazer figurino, porque eu gosto muito do meu trabalho, porque as coisas estão muito bem. Mas a partir das 19h comecei a ficar angustiada, triste, com dores de cabeça e na coluna, um desconforto sem explicação.


Meus colegas na hora do recreio comentaram que eu tava quieta (diferente do meu normal) e alguns alunos acharam que eu estava desanimada. Demorei um pouco pra perceber o que era, mas percebi que o meu problema é a eterna opressão que sofremos de um mundo machista, capitalista, voltado para a perfeição dos corpos e esquecido do intelecto humano: o sutiã.


Desde pequenas já colocam na nossa cabeça essa obrigação descabida de usar um sutiã com aquele papo de que o primeiro a gente nunca esquece. Claro que nunca esquece!!! Traumatiza. Pessoas desprovidas, como eu, são obrigadas a se encher de camadas e camadas de panos pra se parecer um pouco com o que a sociedade espera de um busto feminino. As meninas que são bem providas se enforcam em alças que cortam a circulação para sustentar na altura que a sociedade espera de um busto feminino. E com tudo isso ainda ficamos menstruadas, temos TPM, cabelos brancos pra pintar, salto alto pra aguentar e filhos para parir.


Meu Deus, como a gente sofreeeeeeeeeeeee!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

terça-feira, outubro 07, 2008

Eleições 2008 - O resultado

Veja a lista dos vereadores eleitos em Porto Alegre e sua respectiva votação:

-Maurício Dziedricki (15.454)

-Dr. Goulart (8.478)
-Tessaro (7.881)
-Elói Guimarães (5.250)
-Dj Cássia (5.231) ( O fim dos tempos!!!!!!)
-Pedro Ruas (13.569)

-Fernanda (2.984)
-Sebastião Melo (10.857)

-Idenir Cecchim (7.577)
-Valter Nagelstein (6.851)
-Bernardinho Vendruscolo (6.463)
-Haroldo de Souza (6.375)
-Professor Garcia (6.088) (Vou te falar em ter aluno, hein?)
-João Dib (9.975)

-Beto Moesch (9.554)
-João Carlos Nedel (6.659)
-Kevin Krieger (5.969)
-Juliana Brizola (9.247) (O poder de um sobrenome)

-João Bosco Vaz (9.098)
-Mauro Zacher (7.565)
-Tarciso Flecha Negra (6.232)
-Márcio Bins Ely (6.147)
-Sofia Cavedon (8.046)

-Adeli Sell (7.406)
-Maria Celeste (7.117)
-Todeschini (6.681) (Com cinco portas nas cores branco e tabaco)
-Aldecir Oliboni (5.791)
-Mauro Pinheiro (5.172)
-Comasseto (5.146)
-Waldir Canal (7.046)
-Toni Proença (3.788)

-Paulinho Rubem Berta (3.446)
-Elias Vidal (3.381)
-Luiz Braz (3.576)

-Mario Manfro (3.490)
-Airto Ferronato (2.372)


Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!! Não sentiram a falta de ninguém aí?????

terça-feira, outubro 07, 2008

E você? O que você vai contar para os seus netos?


Nooooooossa, os meus vão enjoar de me ouvir. Quando ainda tinha orkut fazia parte de uma comunidade chamada "Quem paga mico tem história". Esse é o resumo da minha vida. Falou num mico, tá lá o meu nome junto. E quando não é sem querer, eu procuro o dito cujo.

Lá no Yázigi teremos o Speeling Bee (soletrando). Adivinha quem vai soletrar pela minha turma. Siiiiiiiim, eu mesma. Como se não bastasse o mico de soletrar palavras em inglês com sotaque de alemão, decidi que vou me fantasiar. Desde que avisaram que teríamos o Speeling BEE, me pergunto, e pergunto pra todos do Yázigi, o porquê do BEE. Pra mim BEE é abelha. Então decidi que vou soletrar palavras em inglês com sotaque de alemão fantasiada de abelha.

Sim, eu me presto. Sim, sou louca e cara de pau. E não, não tenho tempo sobrando, só gosto de ser diferente e de ter coisas engraçadas pra contar. E sim, no sábado tiro foto e coloco pra vocês me verem fantasiada de abelha.


domingo, outubro 05, 2008

Dia de Eleição

E a gente tem opção?!

Hoje toooooooodo mundo teve que exercer seu duvidoso direito democrático de votar. Eu, além de ser obrigada a votar, também fui obrigada a trabalhar. Um dia divertido, cheio de surpresas com amigas que vejo uma vez a cada 4 anos. Nada de mais pra contar, só algo a constatar.
Essa história de trabalhar nas eleições sobe pra cabeça de algumas pessoas. Acho que elas passam o ano sem fazer nada, sem produzir nada, sem decidir nada e quando ganham um "cargo" numa seção eleitoral enlouquecem. O que aparece de gente botando banca pra cima dos outros não tá no mapa. Pobre de quem é humilde ou ignorante como eles e acham que aquilo tá certo.
Quanto as meninas, muito obrigada pela companhia e pelas gargalhadas. Nossa seção, com certeza é a mais divertida de todas. Lá se bebe café, se come bombom, se faz as unhas e se ri de todo mundo que merece.