quarta-feira, janeiro 23, 2013

Carta


Tirei essa foto porque me imaginei num dia frio, bebendo chá e escrevendo uma carta. Como eu sinto falta de escrever carta pra alguém. Escrever num papel bem bonito, com uma caneta boa e cuidando pra letra ficar bonita. Pegar o papel branquinho e, quando terminada a carta, ver o papel cheio com a minha vida. Às vezes tenho muito pra falar, mas minhas palavras só caberiam numa carta. 

sexta-feira, janeiro 18, 2013

Me adora - Pitty


Tantas decepções eu já vivi
Aquela foi de longe a mais cruel
Um silêncio profundo e declarei:
Só não desonre o meu nome!
Você que nem me ouve até o fim
Injustamente julga por prazer
Cuidado quando for falar de mim
E não desonre o meu nome
Será que eu já posso enlouquecer?
Ou devo apenas sorrir?
Não sei mais o que eu tenho que fazer
Pra você admitir
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber
Perceba que não tem como saber
São só os seus palpites na sua mão
Sou mais do que o seu olho pode ver
Então não desonre o meu nome
Não importa se eu não sou o que você quer
Não é minha culpa a sua projeção
Aceito a apatia, se vier
Mas não desonre o meu nome
Será que eu já posso enlouquecer?
Ou devo apenas sorrir?
Não sei mais o que eu tenho que fazer
Pra você admitir
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber
Que você me adora
Que me acha foda
Não espere eu ir embora pra perceber

quinta-feira, janeiro 03, 2013

Livros


A única meta que eu estabeleci para o ano de 2012 era de ler um livro por mês. Eu consegui e ainda li um a mais. Aí estão eles.

- "Desculpa quero casar contigo' - Federico Moccia
   Uma fofura. Perfeito pra distrair, uma história leve que deixa a gente com vontade de gostar de alguém.

- "Conversas que tive comigo" - Nelson Mandela
   O que dizer sobre Nelson Mandela? Não existe outro homem como ele no mundo.

- "Guia politicamente incorreto da América Latina" - Leandro Narloch e Duda Teixeira
   Pra mim que sei pouco de história foi muito bom, mas sempre fico pensando quão tendenciosas as informações são.

- "Em algum lugar do paraíso" - Luis Fernando Verissimo
  Crônicas divertidíssimas sobre coisas que todo mundo já passou na vida.

- "O que deu para fazer em matéria de história de amor" - Elvia Vigna
   No começo fiquei meio perdida e a leitura não andava, mas depois começou a ficar bem interessante. Bem intimista e um tanto quanto depressivo.

- "Completamente idiota" - Tommy Jaud
   Completamente idiota, mas muito engraçado. Umas coisas bem fora da realidade, mas desperta ternura.

- "Guia politicamente incorreto da filosofia" - Luiz Felipe Pondé
   Irônico, debochado e ácido. Muito bom! Pela primeira vez eu amei ler sobre filosofia.

- "A última carta de amor" - Jojo Moyes
   Momento mulherzinha. Água com açúcar, romantiquinho, uma fofura!!!

- "Uma confraria de tolos" - John Kennedy Toole
   Uma história meio estranha, mas vale a pena pelo personagem principal. A gente morre de vontade de esgoela-lo.

- "Amar, verbo intransitivo" - Mário de Andrade
   É Mário de Andrade, só por isso já deve ser lido.

- "A era da loucura" - Michael Foley
   Perfeito! Para ser lido de tempos em tempos pra mudar cada vez mais a cabeça da gente.

- "O livro do amor" (volumes 1 e 2) - Regina Navarro Lins
   Uma aula de história, da Pré história até nossos dias, sobre o relacionamento homem x mulher e todos os efeitos econômicos, sociais, políticos, etc.