quinta-feira, setembro 27, 2007

Resumo da semana




Trabalho, concurso, governadora, novo concurso, contrato, contrato cancelado, medo, alunos, ex-alunos, organização, formatura, dinheiro, falta de dinheiro, contas, contas, contas, olho grande, roupas novas, roupas velhas, roupas que não servem, gordura, comida, comida, comida, angústia, fome, desequilibrio, rejeição, romantismo, falta de romantismo, lembranças, sensação de perda, sensação de ganho, instabilidade, estabilidade, medo, insegurança, vontades, coragem, falta de coragem, tempo, falta de tempo, pai, mãe, avó, namorado, escala, sono, desanimo, carinho, amigos, amigos problemáticos, amigos em crise, amigos adolescentes em crise, adolescentes grávidos, suicídios, descobertas, revelações, decepções, dança, criatividade, coreografias, apresentações, figurinos, vendas, pequenas esperanças, grandes apoios, limpeza, companheirismo, falta de companheirismo, vontade de ser companheira, vontade de ficar junto, vontade de cuidar, corrida, esperança, crença, literatura, textos, paciência, falta de paciência, chuva, internet, raio, sem internet, sol, vento, suor, ensaios sem professor, contact and improvisation, aulas, temas de casa, preguiça, cursos, hip hop, dor no joelho, dor no tornozelo, novela, fim de novela, aula até às 22:30, prestação de contas, cansaço.




domingo, setembro 09, 2007

Pequenas coisas, grandes diferenças!


Nos últimos dias, eu andava me sentindo abandonada, estressada, rejeitada, saturada e todas as "adas" que vocês puderem imaginar. Daí comprei quatro revistas novas e fiquei mais leve. Ganhei dois livros novos e o sol voltou a brilhar. No fim de semana passeei com papai e mamãe e um leve sorriso surgiu nos meus lábios. E sábado fiz um progama muito legal com meu amor e um casal(?) de amigos, o que fez a vida realmente valer a pena.


Como todo mês, gasto meu salário monumental com algumas revistas que me trazem algum tipo de informação útil. Minha tão amada "Discutindo Literatura" me deu de presente nesse mês um "Almanaque da Literatura": ótimas informações com belas ilustrações. A edição especial de 20 anos da Super Interessante só foi comprada porque trouxe na capa uma machete do meu vício de nerd: O último segredo sobre Lost. E a TPM, que eu já comentei e elogiei nesse humilde blog, trouxe uma editora convidada gaúcha que falou sobre a viagem dela pra África do Sul. Mostrou fotos da Table Mountain, mas não foi capaz de comentar nada sobre diferenças raciais e coisas do tipo tão fortes na terra do Nelson Mandela. Foi um tanto quanto triste!!


Os livros eu ganhei de minha mamãe e o mais legal deles foi o segundo volume de "A Torre Negra". Os intelectuais que me perdoem, mas, às vezes, literatura comercial é tudo de bom.


O passeio com o pai e a mãe foi pra Bienal em POA. Ano passado eu fiz um esforço pra interpretar as instalações e deixar minha mente tão romântica absorver aquela modernidade toda, mas esse ano... Nem o maior dos meus esforços foi capaz de me ajudar. Pra não dizer que passei por lá sem aumentar nem um milímitro minha cultura, gostei de duas intalações que serão objetos de minhas viagens no próximo texto desse blog.


Com o meu amor foi tudo muito simples: jogar boliche e jantar. Mas foi tão bom, tão bom, que só consigo falar isso. Quando meu amor quer, ele consegue ser perfeito.


Boa semana pra todos, com uma energia ótima!

segunda-feira, setembro 03, 2007

"Isso é muito anos 80"


Essa é uma das minhas frases preferidas. Quando vejo uma coisa muito brega, uma calça de cintura alta, uma polaina ou um cabelo "Chitãozinho e Xororó", eu logo falo "Isso é muito anos 80".


Uns tempos atrás rolava um e-mail dizendo que a última infância verdadeira foi a dos anos 80. Concordo plenamente. Quando eu era criança a Xuxa ainda não era uma DragQueen, os brinquedos faziam as crianças pensarem (cubo mágico), as músicas eram inocentes (Trem da Alegria) e nós nos vestiamos como crianças e não como mini-adultos.


Aliás, no quesito roupa é que os anos 80 foram de matar. Não existe época mais brega na face da Terra do que os anos 80. Cores, formas, cabelos, sapatos, nada escapava. Pois eis que eles estão de volta....


Fujam!!! Os ianques estão chegando!! Ou melhor, a moda medonha dos anos 80 está voltando. Ninguém merece. Só a Fernanda Lima pra usar aqueles shorts com cintura alta. Quem vai conseguir usar com naturalidade aqueles sapatos que, como se já não bastassem ser de venil, ainda são amarelo ovo, verde bandeira, roxo bofetão e rosa shock (sim, anos 80 era rosa shock e não pink). E quem decidiu que a cor do verão é amarelo não tem mãe!!!!


Prestem atenção nas vitrines e nas revistas de moda e repitam em coro "ISSO É MUITO ANOS 80".

domingo, setembro 02, 2007

Tá ficando chato!!

Fiquei um mês sem escrever, pelo simples motivo de não ter nada de bom para escrever. O resumo do meu mês é: provas, correções, recuperações, estresse, ensaio, provas, correções e recuperaçoes.

Como já disse lá no título, sei que esse assunto já tá ficando chato. Por isso preferi ficar em silêncio e esperar os conselhos de classe que é quando tenho mais tempo pra mim e um pouco mais de coisas interessantes para contar.

Com certeza, no fim da semana já terei etwas de bom pra contar.

p.s: hoje voltei a sonhar em alemão, acho que meu subconsciente quer que eu volte a dar uma olhada nos meus livros.