quarta-feira, fevereiro 29, 2012

O mistério do "Amigo Punk"

Esse texto eu escrevi em 21/10/2011. Resolvi postar depois de tanto tempo, porque durante a minha viagem (que será assunto de um próximo texto) pedimos essa música em todas as festas que fomos, adaptando inclusive o nome pro inglês "Play Punk´s friend".


Em todas as festas, no fim delas, sempre tme allguém que grita "Toca 'Amigo Punk!'" Daí começa uma catarse, mãos para cima marcando toda a primeira estrofe. No refrão todos sacodem a cabeça e no final da música, todas as bandas levam o ritmo para o lado do hardcore (como é citado na própria música).



Não lembro de ver nenhuma pessoa sem cantar a letra em uma festa. Só meu primo de SP quando veio nos visitar. Todos sabem a letra, mas alguém parou para pensar o que diz essa letra?



Comecei a pensar nisso quando assisti Frank Jorge falando sobre a música no Sarau Elétrico. Falou rapidamente sobre o non sense e o deboche colocados por querer e aí eu comecei a prestar atenção.



Por que será que amamos tanto uma música que não faz sentido nenhum? Por que será que é tão bom gritar "o meu destino é Woodstock mas eu chego?" Acho que essa música é a prova perfeita de que a gene não precisa de nenhum motivo para gostar de alguma coisa. Aliás, precisamos de um único motivo: que essa coisa tenha sido feita aqui no Rio Grande do Sul.