terça-feira, julho 14, 2009

Céu de baunilha


Nunca gostei de acordar cedo. Sempre falo que levanto às 6h30, mas só me acordo às 10h, na hora do recreio quando tomo uma caneca de chá. De manhã não funciono direito, fico lenta, preguiçosa e mais tonta do que já sou. Mas a parte mais difícil é levantar da cama, sair debaixo dos cobertores, me desvencilhar dos braços da minnha caminha.

No inverno é um drama shakespeareano: frio e escuridão. No verão, com o sol já no céu fica quase fácil levantar, mas quando ainda está escuro é uma tristeza. Nos últimos dias, as coisas estão mudando. Quando acordo o sol já está quase quase e no caminho pro colégio vejo luzes e cores maravilhosas como essas da foto.

Aprendi com uma pessoa amada um nome perfeito para um céu dessa cor: céu de baunilha. Com um pouco mais de luz de manhã cedo, abro um pouco mais meus olhos pra essas coisas bonitas. A visão do céu de baunilha e a lembrança da pessoa que me ensinou esse termo passam por cima do meu “beicinho matinal” e alegram meu dia inteiro.

1 coisas de vocês:

Priscila disse...

Suspiro... ai, ai... hehehe
Gata, tô adorando ver tua casa de cara nova cada vez que eu entro aqui.