segunda-feira, setembro 29, 2008

Centenário de Morte de Machado de Assis

Machado de Assis e sua amada esposa Carolina (eu tinha que ser prof de literatura mesmo)

Poderia eu listar todas as qualidades, as obras maravilhosas e algumas curiosidades sobre a vida de Machado de Assis. Afinal de contas, um escritor como ele mereceria milhares e milhares de palavras. Mas hoje aconteceu algo tão impressionante comigo durante a aula que eu acho que já serve como uma homenagem...

Estava dando aula pro segundo ano e falando sobre Machado de Assis então comentei "Aliás pessoal, por esses dias fará 100 anos que o Machado morreu". Nisso o ventilador do fundo da sala liga e desliga sozinho. Brinquei dizendo que de repente era um sinal do escritor e o ventilador liga e desliga de novo.

Claro que nessa altura não sabíamos mais se ríamos ou saíamos correndo. Continuei a aula normal, escrevendo uma pequena biografia do Machado de Assis no quadro para os alunos copiarem. Eis que chego na data exata da morte dele "29 de setembro de 1908". Teve aluno que quis trocar de sala, teve aluna que gritou e o ventilador lá, ligando e desligando sozinho.

Não sei o que estava acontecendo com o ventilador, não sei se o Machado de Assis me fez uma visita, só sei que ele poderia ter me psicografado a versão da Capitú para eu publicar e ficar rica. Nem assombração me ajuda, cara!!

1 coisas de vocês:

Priscila disse...

HAHAHHAHAHAHA ai, que pavor, Carol!!!!!