domingo, janeiro 06, 2008

Mania

Às vezes me impressiono com a quantidade de manias que as pessoas podem acumular. Posso falar disso, porque sempre tive muitas delas: dormir de um determinado jeito, volume no número par. Mas não é desse tipo de mania que eu quero falar, é um muito pior.

Quero falar não das manias que temos em relação às coisas, mas sim as que temos em relação às pessoas. A pouco tempo percebi que essas são as mais feias que existem e as que mais demoram para tratar (é difícil reconhecer nossos defeitos e tentar corrigi-los).
Tem gente que tem mania de saber tudo. Reconhece qualquer sintoma de qualquer doença. Lê o autor mais intelectual. Fala qualquer língua perfeitamente. Só ela sabe fazer seu trabalho com perfeição.

Outras pessoas tem a mania de se achar o centro do mundo. Se acham as mais piadistas. Os mais populares. O centro das atenções e que tudo e todos vivem para ajudar ou atrapalhar suas vidas. Como se as pessoas perdessem tempo de suas vidas para bolar planos infalíveis contra ou a favor deles.

E ainda aquelas que tem mania de ser a maior vítima da face da Terra. Elas sempre trabalham mais do que todo mundo. Sofrem mais do que todos. Passam por mais dificuldades do que qualquer população subdesenvolvida da África.

A minha mania é de me senitr culpada. Sempre acho que não ajudo, que não dou força, que não estou disponível suficiente. Espero que eu tenha só essa ou, pelo menos, espero ter maturidade de assumir e mudar as outras que aparecerem.
Não falei de outras manias: mania de inveja, mania de ingratidão, mania de mentira. Mas essas talvez sejam as mais feias das feias e, como diria Copélia, "prefiro não comentar".

Aproveitem essa bobagem de começo de ano e pensem se vocês têm alguma dessas manias. Se tiverem, por favor, façam um auto tratamento SINCERO e comecem a ter mania de amar, de dizer a verdade, de falar para os outros o quanto gosta deles, de fazer o bem, de ajudar a quem precisa, de agradecer a quem te ajudou...

Eu aqui tô tentando.

2 coisas de vocês:

Priscila disse...

Suspiro...

E da tua culpa tu pode te livrar neste instante.
O problema, é a mania de achar que os outros é que são o problema...

Priscila disse...

Bah. Fui ler meu comentário agora e parece que eu disse a segunda frase pra ti. :P dã. hehehe