quinta-feira, março 22, 2007

Minha vó


Não vou escrever nenhum texto épico sobre minha vó Honorina. Até porque ficaria escrevendo durante umas duas horas. Acho que a vida dela não daria um livro, mas uns contos sairiam com certeza.


Pra ter uma idéia, quando ela era mocinha, um bando de ciganos acampou no terreno na esquina da casa dela. Um dia um dos ciganos bateu na porta e disse pra minha bisa que queria comprar minha vó pra casar com ela. Resultado: ela passou mais de um mês escondida no sítio de uns tios esperando os ciganos irem embora da cidade.


Só o que quero falar é que hoje ela está fazendo 88 anos. Entenderam porque eu precisaria de tempo pra falar sobre a vida dela? Sei que já estamos no lucro, mas espero que ela viva mais 88, risos.

1 coisas de vocês:

Priscila disse...

Tu não me ama mais...